Líquido do sistema de arrefecimento é utilizado para baixar a temperatura do óleo lubrificante

As peças do motor estão sujeitas a altas tensões e alta temperatura de funcionamento, como os pistões, bronzinas, anéis, cabeçote, não basta usar o óleo do motor para lubrificação e como vedante, mas também para fins de resfriamento. Esse detalhe é muito importante, o lubrificante não tem a única função de formar um filme de óleo para que não ocorra o contato metal/metal entre as peças.

O óleo do motor tem a importante função de controlar a temperatura entre partes do motor onde o líquido de arrefecimento não consegue chegar. Por isso em um motor que, por exemplo, utiliza 4 litros de óleo conforme especificação do fabricante, apenas cerca de meio a um litro se destinam ao sistema de lubrificação em si, o restante é para a troca do calor, ou seja, fica armazenado no cárter que é naturalmente resfriado pelo próprio ar que passa próximo ao cárter, por isso essa quantidade de óleo maior para que ocorra essa troca de calor, e também para decantação de impurezas do próprio lubrificante ao fazer a limpeza nas linhas de lubrificação do motor.

Mas os motores modernos estão cada vez menores, com maior potência, com aplicação de turbo, grande performance, e tudo isso precisa de uma lubrificação controlada, por isso a tecnologia de controle de temperatura do óleo do motor. Tem motores que possuem dois sensores de pressão de óleo e um sensor de temperatura, tamanha é a necessidade de controle do lubrificante.

O óleo circula por um circuito fechado do cárter de óleo passando pela bomba de óleo e para as partes móveis do motor, antes de retornar ao cárter. Um radiador ou resfriador de óleo integrado no circuito de óleo fornece resfriamento adicional, geralmente está posicionado logo após o filtro de óleo. Esse é o caminho mais comum no circuito de lubrificação:

Cárter do motor => bomba de óleo => filtro de óleo => radiador de óleo => circuito de lubrificação => retorno para o cárter

Hoje em dia, muitos radiadores de óleo têm uma estrutura baseada em placas, com diversas destas colocadas umas sobre as outras e formando canais separados. Trata-se de uma peça pequena e leve. Esses canais alternam entre uns preenchidos com óleo do motor sob pressão e aqueles preenchidos com agente refrigerante, o próprio líquido de arrefecimento. Para melhorar a transferência de calor, os canais podem ter estruturas para aumentar a área de superfície.

No momento de substituição estão disponíveis diversas aplicações como radiador de óleo junto ao filtro de óleo do motor, na lateral do bloco e ainda, há muitas aplicações no sistema de transmissão automática ou automatizada, e as juntas de vedação correspondentes também devem ser substituídas, por isso já estão na mesma embalagem do novo radiador.

Em casos de contaminação do lubrificante, devemos, sem sombra de dúvidas, substituir o radiador de óleo e seus anéis de vedações.

De reparador para reparador

Abrasão ou lascas podem contaminar ou mesmo bloquear os radiadores de óleo. As partículas de sujeira nos dutos internos não podem ser completamente removidas limpando ou lavando o componente. Se um radiador de óleo velho for reutilizado, essas partículas de sujeira podem se soltar, entrar no circuito de óleo e causar danos ao motor ou desgaste prematuro. Lembre-se que o radiador de óleo está após o filtro de óleo. E então todo o seu serviço poderá ser comprometido. 

A manutenção correta no sistema de arrefecimento é muito importante também, uma vez que esse contato do sistema com o radiador de óleo poderá gerar corrosão, ligando o sistema de lubrificação e de arrefecimento dentro do próprio radiador de óleo. Em casos semelhantes, devemos efetuar várias limpezas nos sistemas de lubrificação e arrefecimento, trocar o radiador de óleo e anéis de vedação, e reabastecer o motor com o lubrificante recomendado e o sistema de arrefecimento com aditivo recomendado e água desmineralizada.

Portanto, ao realizar o trabalho de recondicionamento ou remanufatura do motor, sempre substitua o resfriador de óleo em vez de limpá-lo.

Crédito/ link para a reportagem original: https://www.oficinabrasil.com.br/noticia/tecnicas/liquido-do-sistema-de-arrefecimento-e-utilizado-para-baixar-a-temperatura-do-oleo-lubrificante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *