Os sedãs médios mais econômicos do Brasil

Nos últimos anos os consumidores procuram não somente pelos melhores carros disponíveis, mas também pelos mais econômicos. Com o preço dos combustíveis cada vez mais alto, é preciso economizar diariamente a cada parada no posto para abastecer o veículo. Por isso, a grande disputa no mercado automobilístico é travada na eficiência energética.

Nessa disputa estão os sedãs queridinhos dos brasileiros, como o Toyota Corolla que oferece uma potência de motor bastante arrojada e ao mesmo tempo, está figurando na lista dos carros mais econômicos. Nesta briga direta aparece também o Chevrolet Cruze, que já foi considerado um ‘carrão que bebia demais’ e agora está entre os mais eficientes, sem perder a força do morto.

Nesta concorrência, mais um modelo dos tradicionais que figuram há anos no mercado brasileiro está o Honda Civic, que mesmo com sua motorização turbo, apresenta a melhor eficiência energética entre seus concorrentes. Na relação custo e benefício, pode ser considerada uma das melhores opções de compra entre os sedãs disponíveis no mercado.

Foto: Honda Civic 2018 (Reprodução Honda)

Estes modelos são os mais procurados para os consumidores que querem bastante espaço interno, mas não estão dispostos a pagar por um utilitário de luxo, como as picapes, ou os SUV’s que estão ganhando espaço. Normalmente a desistência pelos carros maiores é porque demandam mais espaço e dificuldade para dirigir, principalmente no trânsito caótico das cidades.

 

 

Confira os sedãs médios que fazem sucesso

Os sedãs médios chegaram no mercado para suprir a necessidade dos clientes por espaço. Então, as montadoras aproveitaram esse nicho e lançaram os sedãs como um novo modelo, em cima da plataforma dos hatches que já eram sucesso no mercado. Como exemplo, podemos citar o Volkswagen Voyage, que é um sedã fabricado a partir da plataforma do Gol, um sucesso de vendas da montadora.

O grande sucesso com os clientes vai além da plataforma já conhecida, que traz a sensação de confiança na marca, por isso ganharam muito espaço. Os sedãs médios evoluíram muito nos últimos anos e figuram a lista dos mais vendidos porque são muito econômicos, e na relação entre o custo e economia, são boas escolhas para os clientes que buscam conforto.

Entre os sedãs médios que mais fazem sucesso no mercado estão:

  • 1º. Toyota Corolla
  • 2º. Honda Civic
  • 3º Chevrolet Cruze
  • 4° Volkswagen Jetta
  • 5º Ford Focus Fastback
  • 6º. Nissan Sentra
  • 7º. Citröen C4 Lounge
  • 8º. Hyundai Elantra
  • 9º. Kia Cerato
  • 10º. Peugeot 408

 

Sedã x Hatch: qual comprar?

Este é um grande dilema na hora de decidir qual marca e modelo de carro comprar. Vamos começar por descobrir quais as diferenças entre estes veículos:

  • Sedã

São os carros pequenos, mas com maior espaço interno, para quatro ou mais ocupantes confortavelmente. O porta malas é separado da cabine de passageiros, o que aumenta o espaço para o armazenamento de cargas e também para os passageiros dos veículos. Estes carros são indicados para aquele motorista que gosta de pegar estrada e precisa de mais espaço para acomodar as bagagens.

  • Hatch

Em linhas gerais, o hatch é um carro sedã sem traseira. O porta malas é acoplado junto ao compartimento de passageiros. O espaço interno é menor, isto porque a carroceria é mais compacta. Estes carros são equipados para até cinco ocupantes, porém não dispõe do mesmo conforto que os sedãs. Estes carros são mais utilizados no dia a dia pelo tamanho pequeno e a facilidade de realizar manobras, estacionar e dirigir no trânsito caótico.

  • Sedã ou hatch?

Tudo vai depender da necessidade do cliente. Para aqueles que necessitam de espaço, o hatch está fora da lista. Mas para aqueles que estão com o orçamento mais restrito e vão utilizar o carro mais para transitar pelas cidades, o hatch pode ser uma excelente aquisição. Os dois carros têm os prós e contras bastante evidentes em relação às necessidades do cliente.

Os dois modelos de carro figuram entre os mais econômicos, e a decisão se torna mais pessoal do que econômica. Os hatchs são mais dinâmicos, a dirigibilidade é mais fácil e eles podem ser estacionados em pequenas vagas pelas ruas da cidade. Os sedãs são mais robustos, mas também são mais confortáveis e, muitas vezes, muito mais potentes.

 

Custo x benefício do sedã

Esta é uma relação muito importante na decisão de compra do cliente. Mas, é preciso abrir os olhos e perceber que a evolução dos motores tornou os carros mais econômicos. Os carros que tem motores mais potentes não são mais necessariamente os que consomem mais combustível.

Os sedãs estão na lista dos mais econômicos, e para espanto de muitos que não entenderam a evolução, tem alguns hatchs compactos com motor 1.0 que gastam mais combustível que os carrões potentes. Como economizar no abastecimento também é importante, vamos a lista dos sedãs médios mais econômicos do Brasil:

Custo x benefício do sedã

Esta é uma relação muito importante na decisão de compra do cliente. Mas, é preciso abrir os olhos e perceber que a evolução dos motores tornou os carros mais econômicos. Os carros que tem motores mais potentes não são mais necessariamente os que consomem mais combustível.

Os sedãs estão na lista dos mais econômicos, e para espanto de muitos que não entenderam a evolução, tem alguns hatchs compactos com motor 1.0 que gastam mais combustível que os carrões potentes. Como economizar no abastecimento também é importante, vamos a lista dos sedãs médios mais econômicos do Brasil:

  1. Hoda Civic Touring 1.5 Turbo CVT

Gasolina: 11,8 km/l na cidade e 14,4 km/l na estrada

  1. Volkswagen JettaTrendline 1.4 TSI Manual

Gasolina: 11,3 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada

  1. Chevrolet Cruze LT 1.4 Turbo Automático

Gasolina: 11,2 km/l na cidade e 14 km/l na estrada

Etanol: 7,6 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada

  1. Audi A4 Attraction 2.0 TFSI S-Tronic

Gasolina: 11 km/l na cidade e 14,3 km/l na estrada

  1. Toyota Corolla 1.8 GLi CVT

Gasolina: 11,4 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada

Etanol: 7,8 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada

  1. Citröen C4 Lounge Origine 1.6 THP Manual

Gasolina: 10,9 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada

Etanol: 7,3 km/l na cidade e 9 km/l na estrada

  1. Peugeot 408 Griffe 1.6 THP Automático

Gasolina: 10,6 km/l na cidade e 13 km/l na estrada

Etanol: 7,3 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada

  1. Hyundai Elantra 2.0 Flex Automático

Gasolina: 10,1 km/l na cidade e 14 km/l na estrada

Etanol: 6,7 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada

  1. Mercedes-Benz C180 1.6 Flex Automático

Gasolina: 10,2 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada

Etanol: 7 km/l na cidade e 9,2 km/l na estrada

  1. Volvo S60 2.0 T4 Inscription Automático

Gasolina: 10,5 km/l na cidade e 12,6 km/l na estrada

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *