Bateria de carro: como cuidar e quando devemos trocá-la?

Baterias de carro: como cuidar e quando devemos trocá-la?

Imagine a seguinte situação: você está em cima da hora de um compromisso importante. Entra no carro correndo e, quando dá a partida, nada acontece. Tenta uma, duas, três vezes, e nada dele ligar. Terrível, não é? Muito provavelmente, o motivo de o carro não funcionar está em uma falha na bateria: pode ter descarregado ou, ainda, estar com algum defeito.

A bateria é fundamental para o funcionamento de um veículo, pois tem a responsabilidade de fornecer a carga elétrica necessária para ligar não somente o motor, mas todo o sistema eletrônico. Com a modernização dos carros, cada vez mais a bateria é utilizada, visto que funcionalidades como vidro elétrico, ar-condicionado, painel multimídia (que incluem som, GPS, entre outros), alarme, e muito mais, também dependem da bateria para funcionar.

Por isso, não é incomum de uma situação como a citada no início do texto acontecer. No entanto, na maior parte das vezes, ela pode ser evitada com simples cuidados. Foi pensando nisso que fizemos essa matéria, na qual vamos explicar como você deve cuidar da bateria do seu carro e como saber se chegou a hora de trocá-la. Vamos lá?

 

Como funciona a bateria?

Antes de contar os principais cuidados que você deve ter, é importante entender como a bateria funciona. Assim, você terá mais conhecimento para identificar um possível problema.

Formada por placas de chumbo abastecidas por uma solução eletrolítica, as baterias geram corrente elétrica a partir de reações químicas. O que muitos não sabem é que, após essa primeira carga de energia produzida, é necessário um outro componente para manter uma corrente contínua, visto que a bateria em si não se mantém carregada por conta própria.

Esse componente é o alternador. Sua fonte energética é o combustível utilizado para ligar o motor dos veículos. A sua função é transformar a energia mecânica do motor em energia elétrica, que irá alimentar de forma contínua a bateria do carro.

 

Como identificar um possível problema?

Agora que você já sabe do seu funcionamento, vamos citar alguns sinais que podem ser indicativos de que a bateria do seu carro esteja com problema.

Como ela é fundamental para o momento da partida, o primeiro sinal claro de que há algo de errado é quando o veículo demorar muito para ligar. Se você tentar dar a partida por quatro, cinco vezes seguidas, certamente existe algum problema. Vale lembrar para não insistir tanto, pois isso irá forçar o motor de arranque e desgastar ainda mais a bateria, podendo trazer outros prejuízos.

 

Outro indício de falha está nas luzes internas ou nos faróis. Bateria fraca ou com defeito irá fazer com que elas fiquem piscando ou funcionem com uma intensidade menor do que a de costume, mesmo com o veículo ligado. Além disso, outros componentes do sistema elétrico, como ar-condicionado/aquecedor e travas elétricas, por exemplo, também podem apresentar falhas.

 

Mais um sinal está na presença de um de tonalidade esverdeada nos polos da bateria, que representam uma oxidação oriunda das reações químicas. Isso pode afetar o funcionamento correto do alternador, impedindo que a bateria seja carregada completamente. Você também deve ficar atento a um ícone vermelho que pode aparecer no painel do carro durante a condução. Isso significa um problema com o sistema de carregamento, ou seja, a bateria não está sendo carregada – logo, há algo de errado com o alternador.

 

Caso algum desses indícios apareçam para você, procure imediatamente um estabelecimento que ofereça um serviço profissional. E, se o mecânico concluir que é preciso uma troca, nossa recomendação é pelas baterias e componentes vendidos pela Autopeças Lauto, que possui uma série de peças de alta qualidade e ainda oferece um serviço incrível de e-commerce. Vale a pena conferir!

 

Principais cuidados

 

Bom, você já sabe como uma bateria funciona e como identificar possíveis problemas. Falta somente descobrir quais são os principais cuidados que deve ter para se tornar um expert no assunto e prolongar ao máximo a vida útil da bateria do seu carro. Vem com a gente!

 

Cheque a capacidade

 

A primeira coisa que você deve fazer após a compra de um veículo – ou de ler essa matéria – é conferir a capacidade da bateria e do alternador. Essa capacidade é definida no momento da fabricação, de acordo com os componentes que formam a parte elétrica e eletrônica do automóvel. Se o seu carro não possui alarme, vidro elétrico, ar-condicionado, som, e por aí vai, muito provavelmente a capacidade da bateria seja pequena. Assim, se você for instalar outros acessórios, como um som mais potente, pode acabar a sobrecarregando e diminuindo sua vida útil.

 

Desligue tudo para dar a partida

 

O momento de dar a partida no motor é o que exige mais energia da bateria. Por isso, se outros componentes elétricos do carro estiverem ligados nessa hora, eles também irão consumir energia, contribuindo para que o tempo de vida útil da bateria – que é de dois a três anos – seja reduzido até pela metade. Portanto, quando for ligar o carro, certifique-se de que os faróis, o aparelho de som, luzes internas e demais estejam desligados.

 

Som ligado com carro desligado não combinam

 

Um dos grandes vilões da bateria dos veículos são os aparelhos de som. Quem nunca deixou – ou viu – o carro desligado, com o porta-malas aberto e o rádio tocando num churrasco ou festa de família, não é mesmo? Pois saiba que isso é uma das coisas mais prejudiciais para a bateria, podendo descarregá-la por completo em questões de horas. Isso acontece porque a energia vem toda da bateria, e não do alternador. Uma solução seria instalar uma segunda bateria.

 

Vale lembrar que luzes internas e faróis acesos com o motor desligado também podem descarregá-las. Por isso, esteja sempre atento na hora que for do carro.

 

Não deixe o carro parado por muito tempo

 

É comum, principalmente em época de férias, deixarmos o carro de lado, não o ligando por um bom tempo. Bom, isso também não é algo legal para a bateria. O que acontece é que alguns equipamentos, como o alarme, o som e o sistema de injeção, consomem energia mesmo com o motor desligado – funcionando pelo que chamamos de stand by. Assim, se o seu carro ficar parado por semanas, esses equipamentos podem consumir toda a bateria, já que não será recarregada pelo alternador. Portanto, peça para alguém ficar responsável por ligá-lo pelo menos uma vez na semana. Se isso não for possível, o ideal então é retirar o cabo do terminal positivo, evitando assim a descarga.

Atenção com o alternador

 

Como já explicamos, o alternador é o responsável por carregar a bateria enquanto o carro está ligado, garantindo energia contínua a ela. Por isso, o seu bom funcionamento também irá aumentar a durabilidade da bateria. Então, nossa dica é fazer sempre as revisões do seu veículo e pedir a checagem do alternador. Assim, você evitará possíveis dores de cabeça no futuro. É melhor prevenir, não é mesmo?

 

Existem ainda outros cuidados que você pode ter com a bateria do seu carro, como manter os terminais sempre limpos e, se possível, protegidos com capinhas de plástico e não utilizar equipamentos falsificados ou de origem duvidosa. Quando precisar trocar ou comprar acessórios para seu carro e a bateria, dê preferência à Autopeças Lauto. Além da plataforma de compra online, você também pode entrar em contato pelo telefone (19) 3805-7272, pelo e-mail contato@autopecaslauto.com.br, Facebook @autopecaslauto ou ir diretamente na loja física (Av. Saúde, 515, Bairro Saúde – Mogi Mirim/SP ou Av. Bandeirantes, 90 Bairro Pinheiros – Mogi Guaçu/SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *